O que é a Osteoporose?

A osteoporose (ossos quebradiços) é uma doença caracterizada pela diminuição da densidade dos ossos do corpo, reduzindo assim sua resistência e resultando em ossos frágeis. A osteoporose pode se apresentar sem nenhum sintoma por décadas. Portanto, os pacientes podem não ter consciência de que sofrem de osteoporose até que sofram uma fratura dolorosa. Os sintomas associados a fraturas osteoporóticas são a dor e o fato de serem causadas pela carga normal do dia a dia, mas as fraturas podem ser também silenciosas, isto é, sem sintomas.

Normalmente, a densidade óssea vai aumentando ao longo da infância e atinge o seu ápice por volta dos 25 anos. A densidade óssea então é mantida no mesmo nível por mais ou menos 10 anos.

Depois dos 35 anos, tanto os homens quanto as mulheres perderão normalmente de 0,3% a 0,5% de sua densidade óssea por ano, como parte do processo normal de envelhecimento.

Durante os primeiros 5 a 10 anos depois da menopausa, as mulheres podem sofrer uma perda de densidade óssea de até 2% a 4% por ano. Isto pode resultar em uma perda de até 25% a 30% de sua densidade óssea durante esse período. A perda óssea acelerada após a menopausa é a maior causa de osteoporose nas mulheres, chamada de osteoporose pós-menopáusica.

 

O que causa a Osteoporose?

A osteoporose é causada por muitas condições diferentes, tais como histórico familiar de osteoporose, baixo peso corporal (IMC<19 kg/m2), fratura(s) anterior(es), falta de exercício, consumo excessivo de álcool, má absorção (distúrbios na captação de nutrientes), baixos níveis de estrogênio nas mulheres (menopausa antes dos 45 anos ou remoção cirúrgica precoce dos ovários), baixos níveis de testosterona nos homens, deficiência de vitamina D, e tratamento oral com corticosteróides, tais como a prednisona.

Pacientes com osteoporose são identificados usando um scanner de absorciometria por duplo feixe de raios X ou densitometria óssea (DXA), que é capaz de medir a densidade óssea no corpo. A varredura é realizada em 5 a 15 minutos. Ela expõe os pacientes a níveis muito baixos de radiação (menos que um décimo a um centésimo do valor usado em uma radiografia de tórax padrão), e é muito precisa.

A densidade óssea do paciente é comparada à densidade óssea máxima média de jovens adultos do mesmo sexo e raça. Este índice é chamado de “T-score”.

É difícil reconstituir um osso que esteja enfraquecido pela osteoporose. Portanto, a prevenção da osteoporose é tão importante quanto o tratamento. As medidas a seguir são para a prevenção e o tratamento da osteoporose:

 

  • Mudança de estilo de vida, incluindo o abandono do hábito de fumar cigarros e a redução da ingestão excessiva de álcool

  • Exercícios regulares

  • Consumo de uma dieta balanceada, com quantidades adequadas de cálcio e vitamina D

  • Uso de medicamentos que interrompam a perda óssea e aumente a resistência óssea

Osteoporose

©  2003 por CCBR Brasil Centro de Pesquisas e Análises Clínicas                                                                         

Rua Mena Barreto, 33 - Botafogo - Rio de Janeiro

Tel: 021 2527 - 79 79

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • RSS Social Icon
  • Google ícone social Places